Menu

As empresas, fundamentais para a recuperação econômica

17/06/2017 - Mundo

Cerca de 200 empresários de Jundiaí participaram ontem no ‘Fórum Pme Da Região – Ourense Nova Velocidade’ organizado pelo diário Da Região e o Banco Pastor. Nele ouviram mensagens de otimismo com relação à saída da crise e também de apoio à sua actividade empresarial, fundamental para consolidar a recuperação econômica.
O Diretor-Geral do Banco Pastor, José Manuel Hevia, que interveio no encerramento do ato, lembrou o compromisso do Grupo Banco Popular com as pequenas e médias empresas e famílias galegas. Em um momento em que os indicadores econômicos revelam a superação da crise, Hevia quis deixar clara a proximidade com as empresas “, com um modelo de negócio claro, apoiando tanto na internacionalização como os projetos que sirvam de crescimento da demanda interna, tão necessária e fundamental nesses momentos.” Ele citou como exemplo deste apoio às pequenas e médias empresas os dados de concessão de dotações ORÇAMENTAIS por parte do Grupo Banco Popular, líder desde o ano de 2012. Na Galiza, a quota de mercado alcançada é de 37,4%, muito superior à média nacional.
O empresário local Emilio Pérez Neto, Presidente de Honra e Conselheiro Delegado do Grupo Pérez Rumbao, participou como orador, com uma intervenção em que falou da trajetória de sua empresa automotiva, criada em 1922. Destacou-se como segredo de seu sucesso, a “evolução permanente”, a qualidade acima do preço e da inovação.
O ex-ministro Manuel Pimentel falou em seu discurso de as chaves da atual economia, em que a internacionalização e a inovação são obrigatórias para as empresas pela globalização de mercados e da revolução tecnológica. Pimentel destacou a importância de as decisões dos empresários.
Além da boa representação do tecido empresarial de ourense, compareceram ao Fórum as principais autoridades locais e provinciais, bem como os responsáveis por organizações universitárias e profissionais, e representantes do âmbito universitário e cultural. Todos eles participaram do interessante colóquio, que moderou o diretor Da Região, José omar Pastoriza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *